5 dicas ・ Smokey Eye

PREPARAÇÃO DA PELE・ se a pele das pálpebras estiver bem preparada a aplicação das sombras torna-se um processo mais fácil. Para isso podemos usar a própria base e/ou pó compacto; um primer de sombras; um corrector de olheiras; uma sombra em creme.

DSC_0026

MENOS É MAIS ・ em caso de dúvida é preferível usar duas ou três cores, no máximo. O segredo para o smokey eye não está na cor(es), está no nome: Esfumado (-ar). Por isso, se usarmos apenas castanho e preto o resultado será tão ou mais impactante do que se criarmos um dégradé com cinco tons diferentes. A propósito, já viram a minha versão do esfumado da Queen B no Hold UP?

DSC_0030L’Oréal Infallible Eternal Black ; Argent Makeup Wicked;  M.A.C Swiss Chocolate

FERRAMENTAS ・ para detalhes perfeitos ajudantes mais que perfeitos. Usar os pincéis certos com o tamanho ideal fará toda a diferença. Gosto usar um pincel mais “gordinho” para esfumar e fundir tons facilmente mas considero que os pincéis mais pequenos ajudam a definir e a construir o look com mais precisão. Sem falhas.

DSC_0022

COM CONTA E MEDIDA ・é preferível aplicarmos pouca quantidade de produto de cada vez e acrescentarmos mais conforme seja necessário. As sombras mais escuras são difíceis de corrigir quando há enganos. E um smokey eye costuma estar repleto delas.

DSC_0045

TEMPO ・  conseguir um smokey eye intenso e perfeito em 10 minutos é uma tarefa difícil, por isso, reservem tempo quando criarem o vosso. Com calma e dedicação vai tudo correr bem e o smokey eye vai ficar PERFEITO!

DSC_0041

‘Let me just check if it’s smoky enough.’

Mario Dedivanovic

Há este fenómeno entre nós, seres humanos, que nos faz dar uma importância desmesurada a algumas pessoas, mesmo que às vezes, elas não nos tragam nada de (substancialmente) novo.

É verdade, estou a falar das Kardashians, que por mais irritantes, vazias, bimbas sem classe, superficiais que sejam, continuam a suscitar em nós reacções estranhas, para não me alongar mais no assunto…

Há umas semanas o fenómeno aconteceu-me – novamente – e fiquei vidrada na maquilhagem que a Kim usou em Cannes. Eu adoro encontrar looks que sejam diferentes do habitual mas que sejam fáceis de usar. E este era tudo isso e um pouco mais.

kim k-01

A esta altura devem estar a perguntar-se porque é que o título deste artigo é Mario Dedivanovic, este nome estranho que eu quase não consigo pronunciar.

O Mario é um dos maquilhadores que acompanham a Kim desde o início e é ele o mentor de muitos dos looks que nos têm marcado ao longo deste anos. Para além disso ele é um artista inspirador. Podem conhecer mais sobre o sei trabalho no instagram ou no seu site.

 

Há sempre um lado positivo. Xx

Hold Up That Smokey Eye

Já há algum tempo que não me surpreendia positivamente com Queen B material, mas depois do zum zum à volta do Lemonade decidi vê-lo e fiquei vidrada em quase todas as músicas/vídeos.

Eu tenho esta coisa com pormenores – ou se calhar é mesmo paranoia – e reparo em detalhes que às vezes passam despercebidos. Sendo uma amante de maquilhagem, como é óbvio, reparo nas maquilhagens das pessoas ou no que podia fazer com o rosto delas.

No Hold Up (para quem ainda não apanhou, estou a falar do álbum Lemonade da Beyoncé), para além de toda a cor do vídeo, o que me chamou mais a atenção foi aquele esfumado simples, a maquilhagem a puxar um pouco a vibe anos 90.

Captura de ecrã 2016-04-28, às 10.10.32

Uma das minhas combinações de smokey eyes favoritas são aquelas em que apenas usamos tons castanhos e preto. Não há como falhar.

Captura de ecrã 2016-05-28, às 23.43.18.png

Para além de ser um escolha segura, podem usá-la sem medos nas mais diversas ocasiões e é um look muito fácil de alcançar. Mesmo para quem não tenha muita experiência.

 

 

Das boas escolhas

Ao fim de alguns anos de Youtube nas nossa vidas há hábitos que se tornam costumes. Nem sei se esta frase faz muito sentido, mas só vos queria dizer isto. Acho que a esta altura da nossa relação com esta plataforma já podemos afirmar que um Haul no Youtube está ao mesmo nível de um Noticiário das 20h num canal generalista. Isto é, toda a gente que subscreve canais no Youtube (do género daqueles que eu subscrevo) sabe o que são e que existem sempre, nem que seja só para criar conteúdo à falta de outras ideias.

Pessoalmente, e como amante do tema Beleza assumida(íssima), gosto especialmente de assistir a Hauls/Reviews/Favoritos com informação relevante sobre os produtos. Por isso mesmo, decidi usar os produtos antes de falar sobre eles e, por acaso, neste vídeo, fiz somente uma selecção de produtos que gostei – gosto – de usar.

 Espero que gostem.

Beijos, V.

Glamour Italiano

Eu (já) não sou muito de ver televisão e quando vejo ou é o mais puro da Trash Tv americana – sim, estou a falar de Kardashians e afins, shame on me – ou tem que ser por algo que me interesse mesmo muito, como quando passo um dia inteiro sintonizada no 24Kitchen e no Anthony Bourdain e num episódio em Tokyo e no sushi do Yasuda e… ai, enfim, vamos ao que interessa!

Há uns dias liguei-a e estava a dar o final do “O Padrinho III” e claro, deixei-me ficar até ao último segundo. O meu cérebro tem um (alguns) problema(s). Quando vejo televisão, filmes e até vídeos no youtube estou sempre a reparar em pormenores que possivelmente passam despercebidos a muita pessoas. Neste caso aconteceu-me isso, mais uma vez. A Mary (Corleone) – personagem interpretada pela então jovem Sofia Coppola – estava em cena com o último look que eu escolheria para ir à ópera (a cena em si). No entanto, e analisando bem, estava tudo lá. A beleza natural, o glamour italiano que é necessário quando se pertence à mais importante família da Mafia e a escolha do vestido e dos brincos que faziam o par perfeito para a ocasião.

Fiquei a pensar nisso e lembrei-me que a Dolce&Gabbana tinha criado, há umas semanas de moda atrás, uma maquilhagem simples mas intemporal por conter duas das características essenciais no que define um look eterno: o eyeliner preto e os lábios vermelhos.

Esta é a minha versão do Glamour Italiano, imaginado por mim e adaptado a uma maquilhagem que podemos facilmente usar em diversas ocasiões do dia a dia.

Espero que gostem.

 

Beijos, V.

(Todos os produtos usados e outras dicas estão na caixa de descrição do vídeo no meu canal no Youtube.)

6 Mascaras de Pestanas a (re)Ter

escovas-01

 

GORDINHA – As mascaras com escovas mais gordinhas e grandes são ideais para dar muito volume às pestanas. Se forem à prova de água o seu efeito é maior – eficaz para pestanas pesadas – e mais duradouro. Para olhos pequenos ou pestanas muito curtas não são as mais aconselháveis. Pessoalmente, a mascara de pestanas que ocupa o lugar de favorita nas minhas escolhas tem esta escova e é à prova de água. É a DIORSHOW da Dior e podem comprá-la aqui. Outra hipótese é a I Love Extreme da essence, bem mais amiga da carteira e com um efeito semelhante, aqui.

CÓNICA – Este formato de escova confere volume e corpo e como é mais curto num dos lados ajuda a chegar às pestanas dos cantos interiores dos olhos com mais facilidade. Eu sou fã da Zoom Lash da M.A.C . Podem comprá-la nas lojas físicas da marca ou pesquisar mais sobre a mesma aqui.

SILICONE – Enquanto que as escovas sintéticas e que imitam fios naturais são óptimas para darmos volume e corpo às nossas pestanas, as escovas em silicone são perfeitas para quem gosta de pestanas definidas e separadas, sem grumos de produto acumulados. Se a escova não for reta (como no exemplo) têm um bónus, pois ajuda a dar forma às pestanas, deixando-as mais curvadas. A They’re Real da Benefit é um clássico e tem a ponta arredondada (como se fosse um ouriço), o que lhe permite chegar às pestanas mais difíceis com precisão. Conseguem encontrá-la facilmente na Sephora (vejam). A Trifecta da Milani – aqui – para além de ser curvada ainda tem a ponta arredondada. É a única destes exemplos que nunca experimentei, mas deixou-me curiosa e decidi mostrar-vos a minha descoberta.

DENSA – Uma alternativa à minha preferida, a gordinha. A escova densa dá volume e corpo e como o aplicador não é tão grande é mais prática para todos os tamanhos de olhos e pestanas. Eu uso muitas vezes a Volumissime da L’Oréal e é frequente encontrá-la a €5 na Sephora ou ao preço normal nos supermercados. Podem vê-la por aqui com mais detalhe.

COLORIDA – É verdade que a mascara azul ficou famosa nos anos ’80 mas existem outras opções de cores completamente adaptáveis ao nosso dia a dia. Um tom beringela em pestanas escuras fica maravilhoso porque só se vê a tonalidade quando o sol ou a luz incide nos nossos olhos. Outra opção é o castanho, um tom natural e próximo da cor original das nossas pestanas. Ideal para looks menos dramáticos. A BADgal da Benefit tem a versão BADgal Plum (espreitem) que até hoje é o meu tom de eleição para além do preto.

SKINNY – Por último mas não menos importante a minha “descoberta” deste início de ano. Já há muito tempo que pensava em como usar uma escova mais fininha e/ou pequena poderia ajudar a chegar a todas as pestanas, inclusive às da linha de água, que acabamos quase sempre por borrar por geralmente serem tão curtas. Comprei há poucas semanas a Lash Power da Clinique aqui e já é uma das minhas favoritas para maquilhagens diárias. A escova é muito prática e a fórmula permite que a mascara dure o dia todo (quanto a este factor posso dizer que pelo menos metade do dia dura) e ainda é de fácil remoção com água quente! Perfeita para quem, como eu, toma duche ao final do dia.

Espero que estas dicas sejam úteis para quem tiver dúvidas sobre que mascara de pestanas escolher! Existem mais tipos de escovas mas estas são as minhas favoritas por experiência própria (à excepção da Trifecta).

Beijos, V.

Luz

Uma coisa é certa neste meu mundo de maquilhagens. Eu perco-me com a Pele. É de todos o tema que mais me seduz. Tanto, que muitas vezes gasto o triplo do valor em bases, correctores, iluminadores (…) do que gasto em sombras ou mascaras, por exemplo.

Sempre disse e continuo a afirmar, uma Pele bem feita é a chave para o sucesso de um look completo.

E no que toca a pele, a Pele deve parecer pele (já dizia, e bem, a Bobbi Brown). Deve parecer natural, saudável, apresentar o tom certo. Não é difícil conseguir esse resultado mas sei que é ainda mais fácil atingir o oposto. Basta que para isso usemos um produto com menos qualidade, um tom diferente do ideal, uma textura mais densa.

Pele perfeita e luminosa, olheiras e pequenas imperfeições corrigidas, muita mascara (ou rímel, como preferirem), um pouco de bronzer, blush e um baton neutro. É este o meu “go to” do dia a dia e foi este o look que decidi gravar no meu último vídeo no canal. Acrescentei-lhe um pouco de drama no final, mas um drama daqueles bons e dentro do tema.

Espero que gostem!

Beijos, V.

PRODUTOS USADOS
Clarins, Eclat Du Jour
Bioderma, Gel de Contorno de Olhos
Real Techniques, Expert Face Brush
KIKO, pincel 200
Lashgrip, waterproof adhesive
Essence, I love extreme volume mascara
Makeup Revolution, Ultra Contour Palette
Catrice, Sun Glow  Medium Skin
Essence, Sombra duo 03
Essence, Eyebrow Designer 04
Sephora, Matifying Compact Powder D30
Kiko, Smart Lip Pencil 700
Maybelline, Fit Me Foundation 210
Maybelline, Fit Me Concealer 20
Ardell, Demi Wispies
Bobbi Brown, Pot Rouge for Lips and Cheeks – Pale Pink
Benefit, Moon Beam

Sobre o que é nosso.

Com o tempo fui sempre preferindo usar produtos e marcas nacionais.

Há sempre aquela magia/ilusão/fantasia sobre produtos aos quais não temos acesso – facilmente – que nos faz procurá-los por todos os cantos da internet.

Sim, estou a falar dos eyeliners Kat Von D ou dos batons mate da Dose of Colors ou dos pincéis Smith Cosmetics (sobre estes acho que não há mesmo hipótese de os recebermos sem pagarmos taxas de envio rídiculas caríssimas), entre tantos outros.

Mas, a verdade é que quando descubro alguma marca nacional prefiro, antes de tudo, experimentá-la, seja em que categoria de produto for. E como este blogue fala sobre Beleza, é lógico que eu tinha que experimentar as sombras da Argent Makeup.

Os produtos mais conhecidos da marca são os pincéis de maquilhagem mas, recentemente, foram lançadas as sombras individuais (muito ao género das sombras Makeup Geek).

Comprei duas das sombras, a Outspoken e a Wicked. Não são as escolhas mais comuns mas queria mesmo ver ao vivo, testar a pigmentação e perceber como se comportavam ao ser aplicadas.

Confesso que, principalmente em relação à Outspoken, fiquei com ideia de ser um tom mais vivo do que o real. Parecia-me ser um magenta escuro e na realidade o tom fica mais próximo do roxo escuro. Acabei por gostar mais da Wicked (mais fiel à cor apresentada na loja online), apesar de na altura ter ficado mais entusiasmada por encomendar a Outspoken.

Por apenas €3,99 conseguem um produto com pigmentação, apesar de ter que ser trabalhado por camadas se quisermos fazer um look como o que criei e conseguem escolher entre uma selecção de cores bastante considerável (ainda quero testar a Classy e a Stubborn, pelo menos).

Não sei se a marca pensa criar algum sistema de organização para as sombras, seria uma boa hipótese para quem as quiser coleccionar na totalidade ou criar uma paleta personalizada com as favoritas.

Como a Outspoken acabou por revelar outra cor (para mim), acabei por criar um look diferente do que tinha planeado. Criei uma maquilhagem de olhos com um eyeliner mais dramático, com a sombra como fundo.

Se por acaso alguém conhecer mais alguma marca de maquilhagem portuguesa avisem-me, ok?

Espero que gostem, recriem, usem, etc, etc.

Beijos, V.