issue: Vernizes vs. vernizes

Existe sempre aquela cor de verniz que vimos nos desfiles de moda das grandes marcas que passa a ser a cor de verniz da estação que todas as fashion victims compram porque “tem que ser”… enfim.

O que eu não percebo é: dar €20 por um verniz é normal? (tendo em conta a oferta do mercado, tanto em termos de cores, como de preços, como de qualidade, como de relação qualidade/preço)

Pessoalmente nunca gasto mais de €6 num verniz, se for mais do que isso acho exagerado. E acho exagerado pela simples razão de, hoje em dia, termos várias marcas no mercado que nos oferecem cores muito semelhantes à dos vernizes “da moda”.

Sim, é verdade, já estive quase quase a espalhar-me nesse tipo de Vernizes de luxo mas depois penso “Vais encontrar esta cor em alguma loja de produtos de cosmética profissional a menos de metade do preço”. Basta isso para me dissuadir.

Não digo que eventualmente haja um dia em que me decida a comprar um desses pequenos tesouros de €20 ou mais, mas terá que ser realmente uma cor que me surpreenda e que seja única.

Mas agora contra atacando. É verdade que os vernizes mais caros hão-de ter alguma coisa diferente e é verdade que não poderia falar, digo, escrever, se não tivesse já experimentado alguns. Tenho um verniz Dior (foi oferecido) e o que posso dizer em relação é: Seca rápido (ponto importante uma vez que estrago quase sempre a pintura porque não tenho muita paciência para esperar) e o pincel é suave e tem uma forma mais friendly para pintar. No entanto, nada é perfeito, e este rico vernizinho consegue estalar mais depressa do que se espera quando se dá €20 (ou mais) por pouco mais de 8ml de produto.

Posto isto o que posso fazer? Por mais fascinantes que sejam as cores e por mais glamourosas que sejam as embalagens, não passa de um verniz, e pensando bem, geralmente quando vou comprar um verniz acabo sempre por comprar dois ou três (tendo em conta que a maior parte custa menos de €3), e se me limitar ao mercado luxuoso dos vernizes nunca me poderia comprar os tais dois ou três (iria gastar mais de €50!). Sejamos sinceros, verniz é coisa para estar sempre a mudar e eu sou daquelas que diz que gosta de quase todas as cores, no mundo real não há carteira que aguente. E depois? E se o verniz de luxo secar ou deixar de poder ser utilizado? Gastei €20 para dizer que tenho a cor da moda da Chanel? Não me parece…

Prefiro gastar menos e ter mais variedade.

Se bem que, apontando defeitos e qualidade das marcas de luxo, também conseguimos facilmente dizer que: os vernizes Risquè acabam muito depressa, os vernizes Andreia, quando são cores muito cremosas, deixam as unhas estranhas, com partes onde fica mais tinta depositada por exemplo. Mas estes são so vernizes mais normais, mais baratos e que nos oferecem muita variedade de cores. Só por aí, já ganharam.

Claro que não nos podemos esquecer de outras marcas bem mais acessiveis que Chanel, YSL, Dior etc e tal e que também nos servem muito bem, como a Essie, a Mavala (que tenciono experimentar brevemente mas que tem um preço razoável), a L’Oreal, a Maybelline, a Body Shop (muito bons, by the way), a Bourjois…

Não condeno quem compra vernizes extremamente caros, mas quando penso nisso e no mercado gigante deste tipo de produtos continuo a perguntar-me: Valerá a pena gastar tanto em tão pouco?

***

V

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s