issue: PERFUMES

Quando era mais nova nunca liguei muito a perfumes, até tive uma fase em que detestava usar perfume e nunca o punha. Chegava a ser estranho para mim ver as minhas amigas, na altura com uns treze, catorze anos, usarem perfumes e estarem sempre a trocar.

Vá-se lá saber porquê, sempre tive umas manias um pouco estranhas…

Pelo que me lembro, acho que só comecei mesmo a querer usar e a querer ter perfumes quando fui para a faculdade (dezoito anos, portanto…).

Lembro-me de ter tido alguns… até gostava do Baby Doll da YSL, cheguei a usar um da Givenchy – Lovely Prism – que comprei nuns saldos da Sephora (realmente perfumes não eram a minha prioridade…) e depois tive o Blanc de S. T. Dupont que comprei porque a embalagem me fazia lembrar o Verão e porque, de todos os que tinha tido, era o que cheirava melhor.

Mas mesmo assim, e ainda continuo a guardar o frasco do Blanc, a minha relação com perfumes ainda não se tinha consolidado. Ou porque eram muito fortes, ou porque me esquecia de colocá-los, ou porque o cheiro dos perfumes nas outras pessoas me deixava agoniada, enfim!

Até que há uns três anos decidi testar um bastante conhecido mas que sempre pensei que cheirasse a velhotas ou a ladys dos anos 50.

Nesse dia fui ao centro comercial só para “ver as vistas” e quem sabe trazer algumas coisinhas… Mal sabia eu o que ia assumir!

Experimentei-o na Perfumes e Companhia, não me pareceu mal de todo, vaporizei os braços com ele para ver como reagia a minha pele e fui percorrer o resto do centro comercial, sempre a cheirar o braços e a reparar que não conseguia parar de cheirá-los. Finalmente um perfume estava a conquistar-me!

Nesse dia trouxe-o para casa, e desde então, já a caminho do quarto frasco e depois de pedir várias amostras para trazer na mala, nunca mais o deixei e acho que nunca o vou deixar de usar.

And The Oscar goes to……………

Coco Mademoiselle da Chanel.

O preço não é o mais amigo (cerca de €90 por 100ml) mas não há perfume que se iguale, nenhum dura tanto tempo na minha pele nem cheira tão bem nela nem me faz ser tão notada pelas outras pessoas (principalmente pelo boyfriend ihihih).

Lembrei-me de falar no meu querido Coco M. porque estava a ler o blog da Lolita, criadora da marca Lolitta pela qual estou apaixonada mas que é very expensive para a minha humilde carteira, que mecionou este perfume como o seu favorito desde os quinze anos!

Podem ver a marca em www.lolitta.com.br e a blog em lo-v-it.com 

***

Quem tiver uma relação estranha com perfumes que se acuse!

Anúncios

2 thoughts on “issue: PERFUMES

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s